Trilha da Fazenda dos Tropeiros

Trilha da Fazenda dos Tropeiros

Este passeio foi criado para demonstrar a bela paisagem dos Campos de Cima da Serra e o dia do Peão Serrano, onde o visitante fica impressionado com a amplitude de visão e as belezas naturais, da região, formando um cenário ímpar.
A propriedade que fora no passado um ponto de pouso e descanso dos tropeiros, conserva até hoje as estalagens e costumes do povo serrano.
Trilha da Fazenda dos Tropeiros
Para chegar na Fazenda dos Tropeiros, e conhecer este recanto cultural são 12 km de distância de Cambará do Sul, na estrada do Capão Penso, com deslocamento aproximado de 1 hora da cidade até sua sede, em estrada não pavimentada em condições precárias de conservação.
Este passeio, tem um percurso total de 7 km, totalizando um percurso de quatro horas de cavalgada aproximadamente, dependendo das paradas para fotos e nossa contemplação deste visual incrível e as histórias que são contadas pelos condutores, e que em virtude do tempo de duração deste passeio, classificamos como de grau médio de dificuldade.
Ao chegar na sede da fazenda o visitante é recepcionado no galpão pelo proprietário, onde junto ao fogo de chão se proseia sorvendo um bom chimarrão.
Trilha da Fazenda dos Tropeiros
O passeio se inicia com a escolha e a separação dos cavalos correto para cada um, de acordo com sua experiência e conforme seu grau de habilidade, sempre com o acompanhamento de um peão de estancia atendendo os visitantes e encilhando cada cavalo, e a cada pessoa que sobe no cavalo, recebe as instruções de como se faz para conduzir o cavalo, como andar, parar, virar, enfim todos os seus comandos, e já em cima do cavalo, cada um faz um teste de como está para esta aventura, e daí partimos para trilha com a subida do Morro Mirante Maior, onde avista-se a totalidade dos campos e matas da fazenda. Pode-se também visualizar terras de três municípios vizinhos, sendo estes: Jaquirana, Bom Jesus e São Francisco de Paula, aqui no Rio Grande, bem como as rotas percorridas por tropeiros em direção ao estado de Santa Catarina.
Trilha da Fazenda dos Tropeiros
Seguindo adiante, a cavalgada se desenvolve por campos dobrados, compostos por pedras e nascentes de água, até chegar nas Araucárias Gigantes; neste ponto observa-se árvores centenárias impotentes em seu tamanho e beleza. Já avistando o Rio Camisa segue-se o trajeto em meio à floresta de pinus, plantada para o manejo sustentável da propriedade. Ao encontrarmos o Rio Camisas, deparamo-nos com o Lajeado da Ronda, onde a água e límpida, rasa e com leve correnteza, e é um convite irrecusável a refrescar-se com delicioso banho.
Logo abaixo, encontra-se um local de mata nativa recoberta por grama, onde se faz a cesteada, ato corriqueiro nas viagens de tropeiros que se traduz numa parada para descanso dos animais e peões onde se faz também uma refeição com alimentos produzidos e utilizados na fazenda e nas tropeadas. Após essa pausa, vislumbram-se a distância, pontos como o Lajeado das Margaridas e a Cachoeira dos Venâncios, importantes e magníficos cenários do Rio Camisa. No alto do morro tem o mirante da ferradura, desenho margeado por este rio que se lembra o formato da pata de um cavalo.
Trilha da Fazenda dos Tropeiros
Outra vista impressionante é o Coração das Araucárias, sendo esta formada por mata nativa que se apresenta sob o formato de um coração. Já de retorno ‘‘pras casa’’ faz-se a campereada e parada de rodeio, que é a condução e reunião do gado pra próximo ao coxo de sal, após iniciamos o retorno ao galpão, que e o Canto Sagrado do Peão!
Sempre com o acompanhamento do Condutor de Turismo de Aventura especializado, onde nos vela nos melhores pontos para visualizar e fotografar a região, onde ele explica e sensibiliza sobre a Geologia da região, sobre a Fauna e mostrando a Flora, como também as Histórias e a Cultura Local.
Trilha da Fazenda dos Tropeiros